Avenida fontes pereira de melo n-14 4 andar geral@jasonassociates.com
21 318 29 30

Leader as a coach – como o líder deve promover uma cultura de feedback e coaching

Leader as a coach – como o líder deve promover uma cultura de feedback e coaching

Cada vez mais organizações estão a capacitar os seus líderes para serem coaches, focando a sua liderança no desenvolvimento das pessoas. Porquê? Para terem equipas de elevado desempenho altamente engaged com a organização e a sua missão.

 

Quer desenvolver as equipas, mas não tem capacidade financeira para assegurar coaching a todas as pessoas. E se capacitar os seus gestores de equipa para serem Coach? É uma boa ideia? Veja como pode fazê-lo!

 

Leader-coach_desenvolvimento_SNN

 

1 - Porque há cada vez mais organizações a promover a liderança com foco no coaching?

 

Porque acelera a aprendizagem e a capacidade de adaptação às mudanças, aumenta o engagement e a produtividade, contribuindo, desta forma, para melhores resultados de negócio. A grande vantagem é que os custos desta estratégia de desenvolvimento organizacional são muito menores!

 

Em vez de assegurar formação contínua a todos os colaboradores, o investimento passa por capacitar os líderes com ferramentas de coaching e desenvolvimento. Consegue imaginar o impacto desta estratégia no seu orçamento?

 

2 - Porque é que o coaching é uma ferramenta tão poderosa?

 

A grande vantagem em relação a outras formas de desenvolvimento tradicionais (como a formação) é o facto de permitir ter em conta as necessidades e aspirações individuais, bem como as preferências de aprendizagem de cada um. Além disso, acontece no âmbito de uma relação de confiança já criada entre líder e colaborador e dentro de um framework técnico e cultural que ambos conhecem.

 

3 - O que faz com que alguns líderes já tenham integrado esta ferramenta na sua toolkit?

 

  • Já perceberam que o coaching é a melhor forma de atingirem as metas, por isso, é um “must have” nas suas agendas (acompanhar as pessoas de perto permite acelerar o seu crescimento e performance e também reter o melhor talento que não é fácil encontrar);
  • Apreciam ajudar as pessoas, compreendendo que estas precisam de orientação e momentos de aprendizagem;
  • São curiosos e genuinamente interessados em saber mais sobre as pessoas e explorar o seu potencial;
  • Apreciam o contacto interpessoal e alimentar relações de confiança onde o risco e o erro são faces da mesma moeda do empreendedorismo.

4 Reasons Managers Should Spend More Time on Coaching (Harvard Business Review, Joseph R. Weintraub & James M. Hunt, Maio, 2015)

 

4 - Como podemos implementar este novo mindset de liderança?

 

É preciso desenvolver dois movimentos junto dos líderes: demonstrar e capacitar.

 

  • Demonstrar aos líderes o que eles, as suas pessoas e a organização ganham com esta estratégia – criar o WILL.
  • Capacitar os líderes com ferramentas que lhes permitam potenciar o talento e acelerar o crescimento das pessoas – assegurar as SKILLS.
  • Algumas dessas ferramentas foram adaptadas dos processos de coaching executivo. Alguns exemplos do que pode ser treinado em workshops (para todos os líderes) ou em sessões de coaching individuais:
    • como “ler” a equipa;
    • como conduzir um processo de ressignificação para trabalhar temas associadas à confiança;
    • como diagnosticar causas de um desempenho abaixo do esperado, de forma cirúrgica;
    • como comunicar de forma inspiracional;
    • como conduzir conversas de 1 minuto com impacto no engagement;
    • como desenhar planos de desenvolvimento personalizados;
    • entre outros…

 

Depois desta intervenção, os líderes ficarão com o will & skill necessários para exercer uma liderança suportada no coaching.

 

Fale connosco para dar o próximo passo.

 

Sónia Lara Nunes | Partner | snunes@jasonassociates.com

DESTAQUE

Talent Escape Room, um jogo que muda comportamentos?