admin

Dicas para equilibrar a vida Pessoal e Profissional

Para celebrar mais um Dia do Trabalhador, o Jornal Económico pegou nas dicas de Filipa Leite Castro, Manager na Jason Associates e de outros profissionais, de maneira a ter mais perspetivas no artigo.

O tema: Dez ideias para equilibrar a vida pessoal e profissional. Este assunto, cada vez mais pertinente nos dias que correm, deve-se ao facto das grandes horas que os colaboradores dedicam do seu dia ao seu emprego, o que pode gerar desequilíbrios entre a vida pessoal e laboral.

Para que isso não aconteça, a Manager da Jason Associates partilhou algumas dicas.

1. Bom planeamento
Para quem dá valor a ser mais que um profissional, um bom work / life balance é fundamental para se ter outros papéis na vida, explica a manager da empresa de recrutamento Jason Associates, Filipa Leite de Castro. A grande questão está em como conseguir esse equilíbrio num mercado que é cada vez mais competitivo e onde estamos contactáveis a toda a hora. A especialista em procura de talentos destaca que ao “planear o nosso dia e levá-lo com foco e sem dispersão, conseguimos ser mais eficientes e fazer mais com menos tempo”.

2. Maior liberdade no trabalho
Do lado dos empregadores, a manager da Jason Associates, lembra que as empresas que se focam no número de horas que o colaborador está na empresa, vão fomentar uma cultura de menor ownership e accountability. “Pelo contrário, as empresas que conseguem dar liberdade aos colaboradores para gerirem o seu horário, vão fomentar um maior sentido de responsabilidade e maior engagement com a mesma, facilitando a retenção dos seus talentos”, diz.

3. Simplesmente, desligar…
“Acredito que o nosso desenvolvimento não passa apenas pela evolução da carreira, passa também pela riqueza de experiências que conseguimos na vida e no dia-a-dia”, conclui Filipa Leite de Castro, da Jason Associates. “Por outro lado, temos de ter momentos sagrados e obrigar-nos a que estes momentos realmente aconteçam. Estes podem ser de grande envergadura: como fazer uma grande viagem por ano, ou de quotidiano como ir jantar com amigas uma vez por mês, ou chegar a casa no máximo às 19 horas”.

No artigo foram ainda partilhadas outras dicas, do Grupo Galileu e da Great Place To Work, como a criação de um banco de horas, para uma melhor reorganização do tempo; a criação de um Dia da Família, para os filhos dos colaboradores poderem visitar a empresa e ter mais perceção do trabalho; ter horários “kids- friendly”, ou ainda protocolos com empresas que possam melhorar a qualidade de vida dos colaboradores e garantir, por exemplo, o subsídio de transporte.

Para ler o artigo na íntegra, consulte este link.

Filipa Leite Castro | flcastro@jasonassociates.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *